Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Posted by on in Vitaminas | 0 comments

Vitamina B9 (ácido fólico)

Gostou deste artigo? Compartilhe

A vitamina B9 ou ácido fólico é uma vitamina hidrossolúvel (isso quer dizer que ela não fica armazenada em grandes quantidades no organismo). E também ela pertence à classe das vitaminas do complexo B. O nosso organismo também sintetiza o ácido fólico, por decorrência de bactérias intestinais a partir de probióticos.

Ela ajuda a combater doenças cardíacas, anemias e também é muito importante para mulheres em idade reprodutiva, principalmente em gestantes. Ela exerce um papel importantíssimo nas funções neurológicas, tanto em fetos como em idosos. E também é fundamental na formação de hemácias, reparação do DNA e na divisão e crescimento celular.

Funções e benefícios da vitamina B9

Bom para a saúde dos cabelos, pele e unhas: O ácido fólico auxilia no fortalecimento e no crescimento de unhas e cabelos, além de combater a dermatite e a acne.

Garante o humor: Ele tem um papel na produção de serotonina, que é um neurotransmissor responsável pelo humor.

Amigo do cérebro: Tem um papel na manutenção cognitiva e emocional, devido a sua “ajuda” na produção de neurotransmissores.

Amigo do coração: O ácido fólico reduz os níveis de homocisteína, que em excesso prejudica o funcionamento cardiovascular. Sua alta concentração pode “endurecer” os vasos sanguíneos, causando hipertensão arterial, e podendo até causar um AVC.

Combate canceres: Há estudos que relatam que o ácido fólico ajuda a prevenir o câncer devido a sua capacidade de regenerar o DNA. Isso ajuda a evitar a formação de células defeituosas que podem se transformar futuramente em câncer.

Combate anemias: O ácido fólico age diretamente na produção de hemácias, que são responsáveis por carregar as vitaminas e distribuírem para todos os órgãos e tecidos.

Evita a degeneração macular: Isso pode ocorrer devido à alta concentração de homocisteína.

Atua no desenvolvimento muscular: Ela tem a capacidade de construir músculos. Pois, ela atua no crescimento e na manutenção da musculatura, isso é essencial para atletas.

Fortalece a imunidade: É que o ácido fólico participa da maturação dos leucócitos que tem um papel importantíssimo na defesa do organismo.

Ácido fólico na gravidez contribui para uma gestação saudável

O ácido fólico é essencial para o desenvolvimento do feto. Pois ele é o responsável pelo desenvolvimento e fechamento do tubo neural, isso acontece segundo estudos até o 28º dia da gestação e muitas vezes sem a mãe saber que está grávida.

Estudos indicam que o problema ocorre em cerca de 0,75% até 1% das gestações. Aqui no Brasil a média fica em torno de 1,6 para cada 1000 nascidos. Existem alguns fatores de risco principalmente aquelas mulheres que utilizam medicamentos que são depletores de folatos como, por exemplo, os anticonvulsivantes além de diabéticas do tipo I a também do fator genético.

Para se reduzir este risco no tubo neural toda á mulher em idade fértil deve consumir aproximadamente 400 mcg de ácido fólico dia. Isso teve ter início 3 meses antes da concepção, e deve ser mantida até o 3º mês de gestação suspendendo na 12 semana da gravidez. Com estes cuidados pode-se diminuir o risco de a criança nascer com malformação congênita.

Leia também: ↓↓

Qual a dosagem diária para a vitamina B9

  • Homens recém-nascidos a adultos maiores de 19 anos (65 mcg a 400 mcg).
  • Mulheres recém-nascidas a adultas de 19 anos (65 mcg a 400 mcg).
  • Agora grávidas maiores de 14 anos a grávidas até de 50 anos (600 mcg a 600 mcg).
  • Já lactantes maiores de 14 anos a lactantes até 50 anos (500 mcg a 500 mcg).

Vídeo: As funções e os benefícios da vitamina B9

Sintomas da falta (deficiência) da vitamina B9

A sua deficiência é comum pelo fato dela não ser armazenada pelo organismo e por outros fatores como: Inflamação intestinal, medicamentos que tratam convulsão e tuberculose e contraceptivos orais podem diminuir a sua absorção. Além do consumo de álcool.

Sua falta pode gerar: Acne, perda da memória, anorexia, diarreia, febre, irritabilidade, perda de peso, cefaleia, dermatite, dor na língua, eczema dentre outros.

Sintomas do excesso (toxicidade) da vitamina B9

Não se conhece muitos problemas relatados com o excesso de vitamina B9. Deve-se ser evitado o consumo maior que 1000 mcg, pois essa quantidade pode levar a se formar cristais nos rins.

Outro fator de perigo é que seu excesso pode determinar complicações neurológicas, quanto a dosagem passa a ser maior que 1500 mcg.

Principais fontes da vitamina B9

Vitamina B9-alimentos-carência-excesso-função-benefíciosFontes: Brócolis, cogumelo, espinafre, ervilhas, feijão, fígado, gema de ovo, laranja, lentilha, nozes, pão integral.

Gostou deste artigo? Compartilhe

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *