Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Posted by on in Vitaminas | 0 comments

Vitamina B7 (biotina)

Gostou deste artigo? Compartilhe

A vitamina B7 faz parte das vitaminas do complexo B. Ela é chamada de biotina, e já foi também conhecida como vitamina H. Ela é uma vitamina hidrossolúvel, isso quer dizer que ela não é armazenada no organismo. Sendo excretada facilmente pela urina.

A biotina esta envolvida diretamente na gliconeogênese (é um processo pelo qual alguns precursores como: aminoácidos, glicerol, lactato e piruvato são convertidos ou transformados em energia), também esta ligada na síntese e na oxidação de ácidos graxos e de purinas, e na degradação de alguns aminoácidos. Estudos indicam que a biotina age no crescimento de varias bactérias e também protozoários e plantas, além de atuar no crescimento do homem.

Funções e benefícios da vitamina B7

Ela atua no metabolismo: Isso é muito importante para o nosso organismo, pois atua no metabolismo de: gorduras, carboidratos, proteínas e atua também na síntese de glicogênio gerando mais energia para o corpo.

É benéfica para nossa flora intestinal: O interessante é que a vitamina B7 pode ser produzida pelas bactérias benéficas da nossa flora intestinal. Assim beba bastante água, conciliando com fibras. Isso fara que seu intestino funcione perfeitamente.

Ela ajuda a regula os níveis de açúcar na corrente sanguínea: Assim ela tem um papel fundamental em pessoas com diabetes do tipo 2, por ela metabolizar os carboidratos. Por isso ela é uma vitamina a ser acrescentada na dieta de diabéticos e também não diabéticos.

Atua na síntese de glicogênio: Sendo assim ela é fundamental para atletas de diversas modalidades. Pelo fato dela atuar na geração de energia ajudando e melhorar o rendimento de atletas sendo eles profissionais ou amadores.

Ajuda a reparar o tecido nervoso: Ela tem um papel fundamental no reparo, manutenção e crescimento de diversas áreas de tecido no nosso corpo. Tanto na medula óssea como nas células nervosas.

Ajuda no ganho de massa muscular: Principalmente na reparação da musculatura (tecido danificado). Para quem faz treino de hipertrofia necessita de ganho de massa muscular, e a vitamina B7 garante energia ao nosso corpo como também age na síntese de proteínas, que é fundamental para o ganho de massa muscular.

Reduz o colesterol e os triglicerídeos: A biotina contribui para reduzir os níveis de colesterol, sendo importante para a saúde do coração e do sistema circulatório. Ela também desempenha o mesmo efeito de redução nos níveis dos triglicérides, elementos que são nocivos para o nosso sistema circulatório e que muitas vezes pioram os problemas do colesterol, resultando na diminuição dos níveis do bom colesterol, o HDL.

A Biotina para os cabelos, pele e unhas

Estudos comprovaram que a vitamina B7 (biotina) é responsável pela manutenção e formação dos fios de cabelos. Dando mais firmeza e diminuindo a queda prevenindo a calvície e agindo no crescimento capilar.

A falta da biotina pode provocar enfraquecimento dos fios de cabelos e leva-los até a queda. Pois a queratina é uma proteína que compõe os fios de cabelos. Sendo assim, a biotina é de suma importância para a saúde do cabelo, sendo fundamental na produção dela, pelo fato da biotina agir no metabolismo da proteína.

Por este motivo que a biotina vem na formula de medicamento para nutrir tanto cabelos como unhas. E temos alguns exemplos no mercado como o Pantogar, e um chamado Pill Food este somente manipulado.

Fundamental para pele: A biotina é essencial para a pele, pois ela age no metabolismo de: carboidratos, gorduras e proteínas ela beneficia a saúde da pele. A ausência da biotina deixa a pele seca, escamosa e ainda com vermelhidão em volta de boca e nariz.

Fundamental para unhas: A sua falta também atinge diretamente as unhas, pois ela age no metabolismo de proteínas e a queratina é uma proteína que compõe as unhas.

Leia também: ↓↓

Qual a dosagem diária para a vitamina B7

  • Homens recém-nascidos a adultos maiores de 19 anos (5 mcg a 30 mcg).
  • Mulheres recém-nascidas a adultas de 19 anos (5 mcg a 30 mcg). 
  • Agora grávidas maiores de 14 anos a grávidas até de 50 anos (30 mgc).
  • Já lactantes maiores de 14 anos a lactantes até 50 anos (35 mcg).

Dosagem correta não determinada. Os valores estimados acima são considerados adequados.

Vídeo: As funções e os benefícios da vitamina B7

Sintomas da falta (deficiência) da vitamina B7

A falta da vitamina B7 é muito rara já que ela é produzida pelas bactérias da flora intestinal. A não ser pelo uso de antibióticos que podem matar estas bactérias benéficas ou algum problema genético. Esta falta pode acarretar problemas nas unhas, deixando elas fracas e quebradiças, pode causar calvície devido à perda de cabelo. Pode causar conjuntivite, depressão, dermatite, fadiga, perda do apetite, dor muscular, sintomas neurológicos e fraqueza devido à falta de energia por ela estar ligada diretamente no metabolismo de açucares.

Sintomas do excesso (toxicidade) da vitamina B7 

Não há estudos adequados sobre a falta da vitamina B7, por ela ser excretada com facilidade pelo organismo.

Principais fontes de vitamina B7

Vitamina B7-alimentos-deficiência-função-biotina-excessoFontes: Amendoim, arroz integral, cogumelos, couve flor, espinafre, fígado, gema do ovo, leite, levedura de cerveja e rim.

Gostou deste artigo? Compartilhe

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *