Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Posted by on fev 20, 2017 in Vitaminas | 0 comments

Vitamina B5 (ácido pantotênico)

Gostou deste artigo? Compartilhe

A vitamina B5 também conhecida como ácido pantotênico também faz parte das vitaminas do complexo B. Ela é uma vitamina hidrossolúvel isso quer dizer que ela não é armazenada no organismo, assim fica a dica de manter uma dieta regular desta vitamina.

Ela é responsável pela manutenção do equilíbrio nos níveis de produção de proteínas, gorduras, açucares e o interessante que ela está ligada diretamente na produção de anticorpos, colesterol e hormônios.

Funções e benefícios da vitamina B5

Atua no metabolismo: A vitamina B5 atua no metabolismo de: Açucares, gorduras e proteínas.

Combate infecções: Ela auxilia no combate de infecções, e ajuda na produção de anticorpos, deixando o organismo mais resistente a ataques virais e bacterianos. 

Combate o cansaço: Também é responsável por regularizar o suprimento de energia, pois converte lipídios, carboidratos e proteínas em energia, diminuindo assim o cansaço crônico.

Combate o stress: Também é muito importante, pois auxilia no controle da resposta do organismo ao estresse tanto físico como mental.

Mantem a pressão estabilizada: Age diretamente na produção de adrenalina e noradrenalina (hormônios adrenais), que são considerados esteroides. Estes esteroides tem um papel fundamental de equilíbrio no organismo.

Estimula as suprarrenais na produção de cortisona: A cortisona é um hormônio que combate principalmente o estresse.

Acelera o processo de cicatrizações: A vitamina B5 também pode ser utilizada como no tratamento das leves queimaduras e da acne. Pois, ajuda a acelerar o processo regeneração celular (cicatrização).

Combate às dermatites: Que é um processo inflamatório da pele, que gera coceira, descamação e vermelhidão. A vitamina B5 é muito utilizada neste tratamento de lesões na pele as chamada (dermatites).

Construção muscular: Para quem faz musculação também é uma ótima dica, pois a vitamina B5 atua na produção de aminoácidos no organismo, que é responsável direto no ganho de massa muscular.

Outros benefícios: Controla problemas como a coordenação motora, degeneração muscular, hemorragias e úlceras. Também há estudos que confirmam a redução dos níveis de colesterol ruim o (LDL) e o triglicérides no organismo, e um aumento no colesterol bom o (HDL).

Benefícios da vitamina B5 para o cabelo

A vitamina B5 age diretamente no couro cabeludo, fazendo que os fios fiquem mais fortes e brilhosos. Esta notícia é muito interessante, pois, sabemos que para o tratamento capilar ela é importantíssima. Se também for conciliada com outras vitaminas como: Vitamina A, e B2.  

Elas nutrem os folículos pilosos assim ele age nos fios, deixando o cabelo mais saudáveis bonito e brilhoso diminuindo a queda do cabelo e mantendo os fios longos e fortes.

Leia também: ↓↓

Qual a dosagem diária para a vitamina B5

 Não foi estabelecida a quantidade diária recomendada.

*Dose não determinada. Estes valores são considerados doses adequadas.

  • Homens recém-nascidos a adultos maiores de 19 anos (1,7 mg a 5 mg).
  • Mulheres recém-nascidas a adultas de 19 anos (1,7 mg a 5 mg).
  • Agora grávidas maiores de 14 anos a grávidas até de 50 anos (6 mg).
  • Já lactantes maiores de 14 anos a lactantes até 50 anos (7 mg).

Vídeo: As funções e os benefícios da vitamina B5

Sintomas da falta (deficiência) da vitamina B5

Sua falta no organismo é muito rara, mas podem ocorrer problemas como: caibras musculares, estresse, irritabilidade, insônia, mal-estar, apatia e fadiga, cólicas abdominais, baixa imunidade, fraqueza nas unhas e cabelos.

Sintomas do excesso (toxicidade) da vitamina B5

Não há comprovação de que o excesso de vitamina B5 provoque algum efeito colateral. Isso se deve pelo fato dela não ficar armazenada no organismo.

Principais fontes de vitamina B5

Vitamina B5-fontes-cabelo-pele-deficiência-excesso-função-acneFontes: Sua principal fonte é o germe de trigo, mas existem outras fontes como: fígado, rins, leite desnatado e queijos, batata doce, brócolis e carnes magras bovinas.

Gostou deste artigo? Compartilhe

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *