Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Posted by on in Medicamentos | 0 comments

Viagra bula (Sildenafila): Para que serve?

Viagra bula (Sildenafila): Para que serve?

Gostou deste artigo? Compartilhe

Marca Referência: Viagra (Pfizer)

Nome Genérico: Sildenafila

Nomes Similares: Ah-zul (Legrand), Blupill (Althaia), Dejavu (Eurofarma), Erofast (C.E.I.S.A Éticos), Escitan (Medley), Potent (Laboratório Ciem), Pramil (Novophar), Suvvia (EMS – SIGMA FARMA), Videnfil (Sandoz),

Apresentação do Viagra:

  • Comprimido de 25 mg com 4 comprimidos
  • Comprimido de 50 mg com 1, 2, 4, 8 comprimidos;
  • Comprimido de 100 mg com 4 comprimidos.

O que é o Viagra:

É um anti-impotência.

Para que serve o Viagra:

  • O Viagra é utilizado para disfunção erétil (impotência sexual);
  • Tratamento de hipertensão arterial pulmonar

História do Viagra e como age (mecanismo de ação):

O Viagra é um dos medicamentos mais vendidos do mundo, e a sua descoberta foi um achado, pois ninguém esperava que um medicamento sintetizado para pressão alta e angina de peito fosse dar um resultado para a impotência. Tudo isso teve início nos anos 90 pela Pfizer, e os testes clínicos justificaram que era uma luz no fim do túnel para homens que tinham problemas de impotência sexual.

Em 1996 a droga foi patenteada e aprovada para o uso de disfunção erétil, com a marca comercial de Viagra a conhecida popularmente como pílula azul ou “azulzinho”. E rapidamente ela se tornou em um fenômeno de vendas em todo mundo.

Mecanismo de ação: Durante o ato sexual ocorre a liberação de óxido nítrico que ativara uma enzima chamada guanilato ciclase, que aumenta os níveis de GMPc que por sua vez diminui o cálcio intracelular, assim produzindo um relaxamento na musculatura lisa vascular e trabecular nos corpos cavernosos com isso existe um influxo sangue e consequentemente a ereção do pênis.

Viagra natural:

Nos dias de hoje é muito comum homens de mais de 40 anos estarem precisando daquela “ajudinha” para melhorar o desempenho sexual. E o fato dele não querer comprar o Viagra na drogaria por alguns motivos que são: vergonha falta de conhecimento do medicamento e outros fatos.

Então aqui vai uma lista de alguns medicamentos naturais que são utilizados para melhorar aptidão sexual:

  • Marapuama: Usada pelos índios da Amazônia tem ação contra a impotência;
  • Maca peruana: É um medicamento fitoterápico afrodisíaco que também o envelhecimento da pele;
  • Ioimbina: Além dala ajudar a queimar as gorduras localizadas a sua queima calórica, ela também auxilia na impotência, pois estudos relatam que ela aumenta a circulação sanguínea no pênis, melhorando assim a ereção.
  • Tribullus Terrestris: Também outro fitoterápico que ajuda no ganho de massa muscular devido o aumento da produção de testosterona, e a testosterona é um dos aliados para quem tem problemas de ereção. Pois ela aumenta a virilidade.
  • Catuaba: A catuaba é uma das mais famosas das plantas afrodisíacas, pois é um Viagra natural, ela tem a capacidade de fortalecer a ereção do pênis. E em muitas regiões do nordeste ela é muito recomendada.

Preço do Viagra:

Valores de drogarias: Os preços podem variar de loja para loja essa é uma base.

  • Viagra 25 mg: (4 comprimidos: 77,86$);
  • Viagra 50 mg: (1 comprimido: 21,51$);
    • (2 comprimidos: 43,79$);
    • (4 comprimidos: 86,56$);
    • (8 comprimidos: 168,23).
  • Viagra 100 mg: (4 comprimidos: 131,70$).

Valores da internet: Os preços podem variar de site para site essa é uma base.

  • Viagra 25 mg: (4 comprimidos: 61,37$);
  • Viagra 50 mg: (1 comprimido 16,86$),
    • (2 comprimido 33,75$),
    • (4 comprimido 64,19 $),
    • (8 comprimido 134,90);
  • Viagra 100 mg (4 comprimidos 77,65 $). 

Risco na gravidez B: Não há estudos adequados em mulheres (em experimentos animais não foram encontrados riscos).

Risco na amamentação: A excreção no leite materno é desconhecida. Usar com cautela. Em algumas literaturas ela não está indicada para mulheres.

Avaliar riscos X benefícios:

  • Atenção quanto a doenças cardíacas;
  • Cautela em pacientes sensíveis a vasodilatadores;
  • Diminuição grave da função do fígado ou cirrose (usar a dosagem de 25 mg);
  • Diminuição grave da função renal;
  • Doença pulmonar;
  • Pacientes com distúrbios hemorrágicos;
  • Podem ocorrer anormalidades anatômicas no pênis;
  • Retinite pigmentosa hereditária;
  • Ulcera péptica ativa.

Leia também: ↓↓

Efeitos colaterais do Viagra (efeitos adversos):

Pode ocorrer: Azia, diarreia, dispepsia, dor de cabeça, má digestão, sudorese, vermelhidão na face.

Atenção com outros medicamentos (interação medicamentosa):

  • É contraindicado para pacientes que utilizam medicamentos para angina do peito: cincordil, Isorcord, isordil, isossorbida, monocordil, nitroglicerina, nitroprusseto, propatilnitrato;
  • Não pode ser associado com outros medicamentos para impotência;
  • Potencializa in vitro o efeito antiagregante da substancia nitroprussiato de sódio;
  • Pode causar queda de pressão arterial com: Alfabloqueadores;
  • Pode ocorrer uma diminuição da concentração por Rifampicina;
  • Pode ocorrer um aumento de concentrações por: Cimetidina, cetoconazol, eritromicina, itraconazol, mibefradil, saquinavir;
  • Pode ter suas concentrações aumentadas por: Ritonavir.

Outras considerações importantes:

  • Em pacientes cuja atividade sexual esteja desaconselhada
  • Não utilizar o Viagra junto com outros medicamentos para disfunção erétil;
  • O medicamente é contraindicado em pacientes em tratamento com medicamentos para angina do peito que contenham nitratos como: isossorbida, nitroglicerina, nitroprusseto, propatilnitrato.

Cuidados médicos: Em portadores de deformação do pênis, usar com cautela, ter cautela também em pacientes portador de úlcera péptica, distúrbios hemorrágicos, e também em pessoas com predispõe o priapismo (leucemia, mieloma múltiplo e anemia falciforme).      

Cuidados Farmacêuticos: Pode acontecer de haver queda da pressão arterial devido aos efeitos vasodilatadores. Atenção com a erva de são João, que pode diminuir os níveis do Sildenafila (Viagra).

Cuidados de Enfermagem: Se por acaso permanecer a ereção por mais de 4 horas, orientar o paciente e encaminhar para um atendimento médico.

Gostou deste artigo? Compartilhe

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *