Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Posted by on abr 12, 2016 in Saúde | 0 comments

O que as unhas dizem sobre a nossa saúde

O que as unhas dizem sobre a nossa saúde

Gostou deste artigo? Compartilhe

Se existem sinais que não devemos ignorar, são aqueles que o nosso corpo nos mostra, às alterações (ou sinais) que as nossas unhas nos mostram, por exemplo, uma quebradiça, grossa, malformadas, com furinhos o que elas querem nos dizer?

Nelas ficam uma espécie de registro de algumas substâncias às quais o seu corpo foi exposto ou do que está em falta como por exemplo as vitaminas e os minerais. É uma espécie de histórico, o que torna a observação um hábito muito útil e necessário. Por isso trouxemos alguns exemplos de alerta que nossas unhas emitem que podem ajudar você a prevenir ou combater alguns problemas de saúde.

Doenças das unhas

Por a maioria dessas doenças serem assintomáticas (que não sentimos dor, por exemplo), devemos ficar mais ligados na aparência delas. Elas podem indicar a presença de graves doenças e muitas delas assintomáticas. Existem muito mais para se reparar nelas, e isso porque alguns aspectos do nosso organismo estão intimamente ligados ao crescimento e ao estado de saúde delas.

Cor das unhas:

A unha deve ser rosada, com um toque branco-rosáceo na sua base se essa não é a realidade das suas, preste atenção!

-Unha esverdeada podem ser um sinal de infecção bacteriana.
-Unha avermelhada podem indicar infecção das válvulas cardíacas.
-Unha azulada podem ser um baixo nível de oxigênio no sangue.
-Unha sem cor podem ser deficiência de vitaminas.
-Unha branca ou amarelada podem ser um sinal de doenças hepáticas. No entanto, se a sua unha estiver escurecida na ponta, isso pode indica envelhecimento ou até mesmo insuficiência cardíaca.

Unhas grossas:

Se você pensa que a textura (grossura) para as unhas é normal, engana-se. Elas, desse jeito, podem representar doenças pulmonares. Pior, se também estiverem ásperas, pois elas podem sinalizar uma infecção fúngica. Outros problemas que poderíamos encontrar com a espessura das unhas são doenças na tireoide ou na circulação sanguínea.

Unhas secas e quebradiças:

Nem sempre essa fragilidade é culpa dos esmaltes ou dos detergentes. Os óleos são apenas um paliativo para minimizar ou disfarçar os problemas. No entanto, é provável que você esteja com alteração hormonal ou algum problema de micose (isso é sério). O que acontece é que os fungos deixam as unhas secas, chegando até a ficar quebradiças.
O tratamento, para os dois problemas, é demorado e é preciso ter paciência. Às vezes, trata-se de deficiência de ácido fólico, proteínas e vitamina C.

Leia também ↓↓

Unhas côncavas:

Elas são curvadas como a da foto, pois elas podem indicar deficiência de ferro, hipotireoidismo, problemas cardíacos.

Pequenos buracos nas unhas:

Pequenos buraquinhos nas unhas podem ser sinal de alguns problemas, como:

  • Alopecia areata: Uma alteração autoimune que causa perda de cabelo e deficiência de zinco;
  • Doença de tecido conjuntivo;
  • Ou até mesmo psoríase.

Mas atenção, cuidado para não confundir problemas de saúde com pequenos traumas passageiros.

Linhas nas unhas:

As unhas devem ser lisas, como já havíamos dito, mas se aparecerem pequenas linhas claramente visíveis, isso não é normal. Podem ser sinais de:

Unhas malformadas:

Às vezes, uma camada grossa de pele envolve a unha, o que aparenta uma deformação isso não é comum, mais isso podem indicar:

– Lembrando que nada substitui uma consulta com um especialista médico, ele é que pode avaliar e informar se realmente existem problemas e como trata-las.

Fonte: curapelanatureza.com.br

Gostou deste artigo? Compartilhe

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *