Pages Menu
TwitterRssFacebook
Categories Menu

Posted by on maio 19, 2016 in Doenças de A-Z | 0 comments

Diabetes: Hipoglicemia e hiperglicemia e seus sintomas

Diabetes: Hipoglicemia e hiperglicemia e seus sintomas

Gostou deste artigo? Compartilhe

A hipoglicemia é caracterizada por um nível anormalmente baixo de glicose (açúcar) no sangue, geralmente abaixo de 70 mg/dl – mas também pode se desenvolver em níveis superiores. Em pessoas saudáveis, a glicemia, ou seja, os níveis de glicose no sangue, são mantidos de forma mais ou menos estável através da ação de vários hormônios, no caso da hipoglicemia entra em ação o glucagon que é um dos responsáveis pela elevação da glicose. Em pessoas normais, a hipoglicemia é um evento muito raro, pois mesmo quando ficamos muitas horas em jejum, o organismo é capaz de mobilizar nossas reservas de glicogênio e gordura de forma a fornecer quantidades suficientes de açúcar para o sangue. Um indivíduo é capaz de ficar vários dias sem comer e ainda assim não desenvolve a hipoglicemia, caso tenha reservas suficientes.

Outros fatores que podem causar variações mais drásticas e imprevisíveis nos níveis de glicose são as doenças comuns, como a gripe. É importante fazer a medição dos níveis com mais frequência nesses períodos e continuar a tomar a medicação para diabetes.

Quando você estiver doente, é muito importante: Tomar muita água e outras bebidas, evitando café e chá, porque a cafeína favorece a perda de líquidos; se você não conseguir se alimentar conforme planejado, substitua refeições por líquidos próprios para tratamento de diabetes, conforme orientação do médico; e tente se possível consumir aproximadamente 15 gramas de carboidrato a cada hora.

Sintomas:

  • Suor;
  • Palidez;
  • Irritabilidade;
  • Fome;
  • Falta de coordenação;
  • Sonolência.

Já a hiperglicemia é a elevação da glicose (açúcar) no sangue, em geral acompanha-se também de altos níveis de açúcar na urina, diabetes imagescausando excesso de urina e vontade frequente de urinar e por consequência, aumento da sede. Uma das formas de baixar a glicose no sangue é fazer exercícios. Entretanto, se a taxa de glicose no seu sangue estiver acima de 240 mg/dl, é importante checar os níveis de cetonas, no sangue ou na urinar. Se houver cetonúria (na urina) ou cetonemia (cetonas no sangue), os exercícios não são recomendados, já que pode levar à descompensação metabólica e fazer a glicose subir ainda mais. E não se esqueçam, a frequência em que você vai medir sua glicose deverá ser decidida de acordo com o seu plano de tratamento. O médico e a equipe multidisciplinar vão estabelecer, junto com você, os momentos em que você deverá realizar seu auto monitoramento.

Sintomas:

  • Boca seca
  • Aumento da sede
  • Fraqueza
  • Dor de cabeça
  • Visão embaçada
  • Frequência urinaria

Gostou deste artigo? Compartilhe

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *